Blog

CLASSIC LIST

covid.jpg

O COVID-19 é o vírus que surgiu na China em janeiro de 2020 tem aterrorizado o mundo com mortes e muitos infectados. É sabido que 80% dos casos são leves e com o isolamento da quarentena e tratamento médico e monitoramento diário os casos são curados; porém existe 20% que estão no grupo de risco que são idosos, recém-nascidos, deficientes e pacientes crônicos com doenças progressivas e também degenerativas e imunodeprimidos com patologias como: Câncer, Doenças respiratórias, Cardíacas, Diabéticos,  com alterações Renais, HIV, Alzheimer, Parkinson , Esclerose  Lateral Amiotrófica,  Doenças Raras e Síndromes no geral.

Diante da pandemia do covid-19 anunciada pela Organização Mundial de Saúde- OMS o momento é de manter a calma e redobrar a atenção com higiene.

As autoridades brasileiras têm tomado medidas necessárias para minimizar a disseminação do vírus evitando aglomeração de pessoas, reforçando higiene, ato de lavar as mãos com constância, utilizar álcool gel para higiene das mãos e objetos como celular, maçaneta e equipamentos de uso coletivo.

As medidas de prevenção da BIOHOUSE Terapias é utilização de máscara por todos profissionais, higiene das mãos constante de funcionários, pacientes, acompanhantes e profissionais e uso do álcool gel; solicitamos que pacientes com suspeita de resfriado e gripe reagende seu atendimento para um momento mais oportuno; profissionais com sintomas serão afastados do exercício profissional.

No atendimento domiciliar, orientação é os profissionais adentrarem a residência com máscara, todo contato e permanência na casa serão com uso de máscara e orientar cuidadores usar máscara. Em caso de suspeita do COVID-19 os atendimentos das terapias de fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia deverá ser suspenso; sendo realizados em caso de extrema urgência apenas com prescrição médica.

covid-19

Solicitamos que use etiqueta social, pense no coletivo caso esteja doente permaneça em  casa evite contato físico como abraços, beijos, apertos de mãos etc. Lave mãos, use álcool gel, tossir com braço à frente e utilizar lenços descartáveis e higienizar objetos de uso constante.

Segue abaixo dois vídeos elaborado pela nossa CEO Dra Elizangela Ap Barbosa um para profissionais de saúde e outro para CUIDADORES e pacientes. Muita ATENÇÃO nesse momento informação evita propagação dessa doença. Agora é GUERRA contra CORONAVÍRUS – COVID19.

 

Contamos com sua ação voluntária nessa Guerra.

 

7 medidas da Biohouse em Prevenção Covid-19 (Coronavírus)

De acordo com orientação dos conselhos profissionais e da secretaria de saúde:
  1. Os atendimentos serão mantidos na clínica e atendimento domiciliar(home care).
  2. Remarque sua consulta em caso de resfriado ou gripe.
  3. Os profissionais vão manter distância de um metro e quando estiverem próximo ou tocar no paciente, vão utilizar máscara e higienizar as mãos.
  4. O paciente em quarentena: será suspensa as sessões de fonoaudiologia, psicologia, nutrição, terapia ocupacional; já a fisioterapia respiratória será realizada apenas no home care em casos com devida prescrição médica.
  5. Na clínica só serão atendidos pacientes com hora marcada, medida para evitar aglomeração na recepção. Assim que chegar, será orientado pela recepção para lavar as mãos e passar álcool gel.
  6. No atendimento domiciliar (home care) solicitamos que no banheiro tenha sabão, toalha de papel e álcool. Nossos profissionais levarão álcool, luva e máscara para uso quando necessário.
  7. Nenhum profissional atenderá doente em compromisso com o coletivo.

 

 

Responsável Técnica: Dra. Elizangela Aparecida Barbosa CRFª2-16.023

Direitos reservados a BioHouse Terapias

OBS: É proibido reprodução total ou parcial desse conteúdo protegido por lei.


o-desenvolvimento-motor-na-infância.jpg

Agora vamos falar dos marcos de desenvolvimento motor desde o primeiro mês de vida até os 4 anos; onde separamos entre desenvolvimento motor grosso e fino.
O desenvolvimento motor grosso envolve os maiores grupos musculares e são responsáveis pelos movimentos de andar, sentar, sustentar a cabeça.
O desenvolvimento motor fino está relacionado com os movimentos de pinça e preensão.

Vamos dividir por etapas de 0 a 18 meses e de 2 a 4 anos, para melhor entendimento.

1 mês:
Motor grosso: move as mãos e os pés ao mesmo tempo
Motor fino: abre os dedos ligeiramente quando em repouso

2 meses:
Motor grosso: levanta a cabeça e o peito em posição prona
Motor fino: abre e fecha as mãos, e por breves períodos deixa as mãos juntas

Entre 3 e 4 meses:
Motor grosso: nessa fase a criança leva as mãos à boca com frequência, começam a rolar
Motor fino: inicia movimento de abrir e fechar as mãos, consegue prensar um objeto e levar até a boca.

Entre 5 e 6 meses:

Motor grosso: rola por completo, senta-se com apoio e brevemente sem apoio
Motor fino: consegue pegar objetos e passar de uma mão para outra, bate os brinquedos na mesa ou no chão e sorri com o som emitido

Entre 7 e 9 meses:
Motor grosso: senta sem apoio, engatinha e ameaça passos com apoio
Motor fino: balança objetos (por ex chocalho), joga objetos intencionalmente, pega alimentos para comer com três dedos.

1 ano:
Motor grosso: começa a “andar”, dando os primeiros passos, muitas vezes com apoio ainda, e aos poucos consegue ficar sem, se mantém em pé sozinho.
Motor fino: pega objetos com dois dedos (pinça aberta), consegue colocar e tirar objetos de um lugar

15 meses:
Motor grosso: anda sozinho, pára e continua andando novamente; pode agachar para pegar um objeto e levantar sem apoio novamente
Motor fino: tira e coloca tampas de panelas e potes, com o indicador aperta um interruptor, pode rasgar as páginas de um livro. Monta uma torre de 2 cubos

18 meses:
Motor grosso: se você chutar uma bola, ele pode fazer igual por imitação.
Motor fino: monta uma torre com 3 a 4 cubos, explora toda a sua casa, querendo abrir portas e gavetas

O desenvolvimento de 2 a 4 anos:

Entre 24 e 30 meses:
Motor grosso: corre, sobe escadas com ajuda de um adulto, um degrau por vez; abre portas
Motor fino: consegue usar colher para comer e segura bem o seu copo.

Entre 36 e 42 meses:
Motor grosso: alterna os pés para subir escadas, consegue pedalar um triciclo,
Motor fino: come sozinho, calça os sapatos sozinho

48 meses:
Motor grosso: pula em um pé só, anda de bicicleta
Motor fino: segura e pinta com lápis, faz desenhos, escova os dentes sozinho

É muito importante que os pais apoiem seus filhos a cada conquista do seu desenvolvimento. Para isso sempre encoraje-o e dê novas atividades a ele, afim de estimular seus sentidos e o fazer progredir. Se a criança sentir confiança, terá mais força para avançar. Lembre-se que aqui estamos falando de idades médias para cada conquista, o que pode variar de criança para criança, e é por isso que o acompanhamento regular com o pediatra é imprescindível.

Nossa missão reabilitar e lhe proporcionar o melhor atendimento venha para Clínica BIOHOUSE Terapias nossas especialidades são: fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia.

Nosso endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 118 Sala 2403 – andar 24 – Centro de São Paulo – SP.


Franquia-BioHouse-entrada-1.png

A Biohouse terapias, é uma Startup em saúde focada em reabilitação de pessoas. E dentro da área de reabilitação, atendemos as seguintes especialidades: nutrição, fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia e terapia ocupacional.

Nosso público alvo é recém-nascidos, crianças, adolescentes, adultos e idosos com ou sem algum tipo de deficiência.

Nossa franquia está pautado em três modelos de negócios:

  1.  Atendimento Domiciliar (home care) para profissionais da área de reabilitação que busquem atuar como microempreendedor com: autonomia, reconhecimento profissional, metodologia de trabalho e remuneração digna.
  2. Clínica ou Consultório para profissionais da área de saúde ou empresários que buscam maior rentabilidade, visibilidade, escala econômica com marca formatada e reconhecida por algumas operadoras de saúde.
  3. Franquia Hospitalar para hospitais que buscam marca renomada e terceirização eficiente no modelo de franquia com certificação e qualidade.

Nossa Missão, Visão e Valores:

Missão: Atuamos na área da saúde e bem estar promovendo reabilitação, confiança, autoestima na reiteração social das pessoas focando em metas, resultados e com uso de tecnologia e ciência. Realizando atendimento personalizado e exclusivo de excelência.
Visão: Pioneirismo na institucionalização das terapias em saúde e buscamos inovação tecnológica e reconhecimento da marca no Brasil e tecno-cientifica em âmbito nacional e internacional.

Valores:
Atendimento humanizado;
Atenção Integral;
Respeito, ética e sigilo;
Prestação de Serviço com atualização tecno-cientifica constante.

O Mercado que buscamos escalar:

O Mercado de Saúde Brasileiro movimenta anualmente R$ 16 bilhões, o que corresponde a 9,5% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.
Em cenário mundial 2,2 trilhões de dólares movimenta o mercado de saúde cerca de 40% desse mercado corresponde a área de reabilitação de pessoas que sofrem com alguma patologia adquirida ou nasceram com alguma deficiência e necessitam de reabilitação.
Vale ressaltar que no Brasil existem 45,6 Milhões de pessoas portadoras de alguma deficiência que necessitam de reabilitação.

Os Problemas do setor que buscamos resolver: 
  1. Mercado de reabilitação no Brasil: não há integração das especialidades.
  2. Ausência de uma Plataforma integrativa das especialidades com protocolos, formação continuada dos profissionais, games e conteúdo para motivar os pacientes em realizar exercícios de maneira lúdica para sua reabilitação.
  3. Ausência de tecnologia e inteligência artificial para reabilitação.
  4. Área da reabilitação em hospitais é negligenciada com ausência de inovação, tecnologia, formação continuada de profissionais, falta uma marca que seja ancora uma grife em reabilitação.
  5. Em hospitais, os passivos trabalhistas com profissionais são gigantescos; ou multiplicação de pessoas PJ com várias empresas com diferentes especialidades sem integração da atuação profissional, inovação e desenvolvimento de tecnologia.
  6. Área de reabilitação em “home care” também sofre negligência o que acarreta em judicialização da saúde gerando prejuízos gigantescos para os planos e seguros saúde.
  7. Ausência de uma rede de clínicas e consultórios de reabilitação.
  8.  Ausência de investimento no setor de reabilitação.
  9. 9) Falta de continuidade e integração do atendimento de reabilitação do hospital com o home care e rede de clínicas; reduzindo custo reabilitando paciente mais rápido e sem gap no processo.

E agora que você já conhece a nossa ideia, podemos conversar sobre Investment Money ?

Entre em contato:
Clínica e Escritório da Franquia:
Rua Brigadeiro Tobias, 118 Sala 2403 – Centro – São Paulo
Fone: 55 (11) 3431-9757  Cel: 55 (11) 96497-8157
contato@biohouseterapias.com.br
Dra Elizangela Barbosa
Diretora Fundadora
diretoria@biohouseterapias.com.br
https://br.linkedin.com/in/elizangela-barbosa-02233276

OBS: É proibido reprodução total ou parcial desse conteúdo protegido por lei.


prevenir-obesidade-infantil-1-1200x600.jpg

O universo materno-infantil, mais uma vez esse dueto mãe-filho tem uma importância muito grande. Existem estudos mostrando influências da alimentação desde o momento pré-concepcional, durante toda a gestação, durante a lactação e o comportamento alimentar nos primeiros anos de vida, especialmente até os 2 anos.

Apesar da figura materna ser extremamente importante fisiologicamente falando, não seria justo depositar essa responsabilidade apenas na mãe, já que o pai (e demais membros da família), apesar de não estar ligado com o bebê diretamente pelo cordão umbilical, está ligado diretamente às escolhas das compras dentro de casa e da forma com que todos se alimentam.

Na prática, a primeira medida é orientar a gestante a ter uma alimentação equilibrada, tanto no sentido de qualidade quanto no sentido de quantidade. Mas num cenário mais que ideal, o casal que deseja gerar um filho, deveria se preocupar com sua saúde desde antes de iniciar as tentativas de engravidar.

Hoje tem se falado muito sobre a microbiota intestinal (os micro-organismos que temos em nosso intestino). Dependendo da composição dessa microbiota, podem já sofrer influência tanto no sentido positivo quanto negativo em relação à obesidade e uma série de outras doenças.

Estimular o aleitamento materno é uma grande forma de prevenção da obesidade infantil. Sempre que for possível, ele deve ser iniciado na primeira hora de vida (independentemente do tipo de parto) e deverá ser orientado a livre demanda. Isso quer dizer que o bebê não tem ritmo e nem hora certa para mamar.

O conceito de livre demanda tem que ser muito bem entendido pela mãe, pelo pai, pelos membros da família que estão em volta e eu diria até pelos profissionais de saúde (médicos pediatras e nutricionistas principalmente). Caso contrário, o aleitamento materno começa a ficar em risco.

Infelizmente é comum que as mães pensem que seu leite é fraco pelo fato de o bebê querer mamar toda hora. E muitas vezes acabam complementando com leite artificial desnecessariamente.

O bebê saudável nasce com os mecanismos de fome e saciedade funcionando, então se ele quer mamar deve ser aleitado, da mesma forma que se não quer mamar, não deve ser. Quando o bebê está no aleitamento exclusivo isso se torna natural, pois ele dá os sinais que quer mamar, ele mama até se sentir saciado e se ele não quer mamar, não conseguimos fazê-lo sugar o seio materno. Nesse cenário não nos preocupamos com a quantidade de leite em mililitros que está sendo ingerida. Confiamos no bebê.

Quando o aleitamento materno não é exclusivo, quando precisamos recorrer a outros tipos de leite, podemos correr o risco de querer controlar os horários e os volumes das mamadas. Principalmente quando a criança apresenta um baixo ganho ponderal.

Por exemplo: se for preparado 90mL é natural que se tente fazer com que o bebê mame tudo, mesmo que ele pare de mamar, continua-se oferecendo. Ao longo do tempo, é como se estivéssemos “quebrando” os mecanismos de saciedade.

Da mesma forma acontece com uma criança maior quando já está comendo as refeições. Muitos de nós, pais, carregamos frases como: “tem que comer tudo”, “tem que raspar o prato”, “se não comer não vai crescer”, e várias outras. Outros de nós carrega até marcas mais profundas, de ameaças com chineladas ou colheradas sendo dadas forçadamente.

Talvez essa cultura venha da época em que havia muita desnutrição em nosso país e, de fato, as crianças doentes e apáticas não tinham força ou ânimo nem para comer. Ou era o medo dos pais em relação à possibilidade de perda, já que podem ter presenciado muitas crianças que morriam das complicações da fome e desnutrição.

Da mesma forma que respeitamos o bebê em aleitamento materno, acreditando que ele mama o quanto precisa, precisamos respeitar e confiar que aquele mesmo ser, agora um pouco mais crescido, continua sabendo o quanto precisa de comida também.

Quando é feito o contrário, ficamos forçando a criança a comer tudo que nós colocamos no prato dela, ou ficamos dando prêmios por ela ter comido tudo, vamos “quebrando” os mecanismos de saciedade, e depois fica muito mais complicado de voltar atrás.

Desde sempre, precisamos ensinar a criança a ter uma boa relação com a comida. Proporcionar um ambiente agradável, tranquilo, sem brigas, sem eletrônicos ou distrações, ajuda a criança a se concentrar na comida e perceber se está satisfeita.

Estimular que a criança conheça e prove todos os sabores: azedo, amargo, doce e salgado, desde a introdução alimentar.

Nesse contexto, métodos de introdução alimentar que contam com a participação mais ativa da criança, como o BLW. Ou mesmo que os pais deixem a criança tocar na comida, ter as sensações, poder explorar o alimento, sem medo da sujeira ou da criança estar brincando com a comida. Tudo isso favorece que o ato de se alimentar seja mais natural e mais leve.

Idealmente fazer as refeições com toda a família à mesa, evitar beliscos entre as refeições, evitar substituir a comida por guloseimas ou lanches também ajuda a criar um bom vínculo com a comida.

Cuidar da rotina de forma geral, para que a criança tenha uma boa qualidade de sono, que tenha uma atividade física regular e pouco tempo de acesso às telas (2 horas por dia, no máximo) também é um cuidado que devemos ter.

A prevenção ainda é o melhor caminho. Lembremos que a criança é o espelho da família. Todos juntos, com novos hábitos, podemos diminuir os números alarmantes da Obesidade Infantil.

Nossa missão reabilitar e lhe proporcionar o melhor atendimento venha para Clínica BIOHOUSE Terapias nossas especialidades são: fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia.

           Nosso endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 118 Sala 2403 – andar 24 – Centro de São Paulo – SP.

E atendemos também atendimento domiciliar (home care), o custo deslocamento é passeado no CEP de atendimento entre em contato pelo nosso WhatsApp (11) 96497-8157 e passamos valor da consulta.  Agende sua consulta!


Franquia-BioHouse-Ambiente-Interno-Mesa-e-cadeiras.png

Olá você busca atendimento de fisioterapia para você ou algum familiar com qualidade de atendimento e preço justo e popular? Você encontrou!  É aqui na BIOHOUSE TERAPIAS somos primeira franquia de reabilitação do Brasil nosso atendimento é pautado na empatia; ou seja nos colocamos no seu lugar, tratamos como gostaríamos de ser tratado com respeito, qualidade, conhecimento e muito, mais muito Amor …. Afinal somos apaixonados em reabilitar pessoas e proporcionar qualidade de vida, bem-estar, independência  para cada um de nossos pacientes.

Caso você esteja cansado, dos atendimentos deficitários que encontrou por aí venha para BIOHOUSE e você sentirá diferença desde à primeira sessão.

A nossa Clínica BIOHOUSE TERAPIAS, está no centro de São Paulo em um prédio histórico Palácio Zarzur ou  Mirante do Vale  nome da sua fundação inicial, estamos próximo estação São Bento e Anhangabaú  do metro  ao lado do Viaduto Santa Ifigênia.

O centro de São Paulo, está em processo de revitalização diríamos reabilitação urbana diante desse quadro a fundadora BIOHOUSE  a Dra Elizangela Barbosa, aderiu plano diretor da cidade de São Paulo e decidiu que  a sede da franquia e a Clínica seria no Centro de São Paulo, aderimos reabilitação do espaço urbano; já que reabilitamos pessoas aderência total desse projeto inovador, visionário e pioneiro. Somos apaixonados por reabilitar acreditamos que tudo muda quando mudamos, queremos um mundo melhor, temos propósito e impacto social em nossas ações, atendemos com preço justo e popular para atender boa parte da população.

Nossa localização:

O edifício Mirante do Vale (Palácio ZARZUR)  é um arranha-céu localizado na cidade de São Paulo, no Brasil. Por 48 anos, foi o maior edifício do país, além de ter sido o 18.º arranha-céu mais alto da América do Sul, com 170 metros de altura. Projetado pelo arquiteto Waldomiro Zarzur, sua construção começou em 1960 e foi inaugurado em 1966. O imponente edifício tem 51 andares e a Clínica BIOHOUSE está localizada em meados da edificação no 24 andar com uma vista  exuberante para Vale do Anhangabaú, corredor norte e sul, 23 de maio, avistando as antenas de TV lá da região da Avenida Paulista.

Nossa missão reabilitar e lhe proporcionar o melhor atendimento venha para Clínica BIOHOUSE Terapias nossas especialidades são: fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia.

Nosso endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 118 Sala 2403 – andar 24 – Centro de São Paulo – SP.

E atendemos também atendimento domiciliar (home care), o custo deslocamento é passeado no CEP de atendimento entre em contato pelo nosso WhatsApp (11) 96497-8157 e passamos valor da consulta.  Agende sua consulta!


obesidade_infantil-1200x819.png

Conceitos

Esse é um tema de extrema importância devido à sua pandemia mundial. O OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. Nosso país que há pouco vivera na desnutrição, hoje tem uma participação ativa nos números da obesidade infantil no mundo.

Em 2006 a prevalência de obesidade em crianças e adolescentes era de 16,8%. Já em 2016, a prevalência passou para 21,7% (Lancet). No Brasil a estimativa geral está em torno de 15%. Segundo dados da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica), temos:

 

Devemos entender que a obesidade é uma doença crônica, não transmissível e multifatorial (sofre influências comportamentais, ambientais e genéticas).

De um modo muito suscinto e resumido existe um desequilíbrio no balanço energético, ou seja, entre a quantidade de energia consumida e gasta. Muitas calorias chegam ao organismo, poucas são gastas e o que sobra é armazenado principalmente na forma de gordura corporal.

O consumo dos alimentos ultra processados, o sedentarismo, o desmame precoce, a baixa ingesta de alimentos naturais são os principais fatores envolvidos. Existem casos raros de obesidade causada por uma doença monogênica ou obesidade fazendo parte de algumas síndromes, como a Síndrome de Prader Willi.

Diagnóstico

O acompanhamento rotineiro com o Pediatra é essencial para a prevenção e/ou para um diagnóstico precoce, preferencialmente que o sinal de alerta já desperte quando a criança chega no Sobrepeso.

Tratamento

O acompanhamento médico e medicamentoso é essencial. Além do acompanhamento semanal, quinzenal ou mensal na Nutricionista é imprescindível para sucesso do tratamento, a frequência dessas consultas é firmada em comum acordo paciente e profissional, ambos devem está abertos para mudanças e êxito do tratamento.

Além da prática rotineira de atividade física, ter cuidado com o tempo total que a criança é deixada na frente das telas (aqui vale a TV, o vídeo-game, os tablets, os celulares, ou qualquer equipamento eletrônico).

Hoje em dia percebemos que o melhor tratamento é aquele que o paciente e seus familiares conseguem realizar. Não existe uma única forma de orientar, uma dieta específica, um exercício ideal. O que a equipe deve almejar é um tratamento individualizado, focado nas necessidades de cada família.

Sim, a obesidade é uma questão familiar. Para que a criança consiga atingir uma recomendação, é necessário que o ambiente e as pessoas que lá habitam, estejam preparados e colaborativos para ajudar que a recomendação se transforme em ação. Isso se torna especialmente importante para aquelas famílias que tem um filho obeso e outro não.

Por isso, antes de pensar ou falar que a mudança é devido a obesidade, com objetivo de perder peso, talvez seja melhor falar em mudanças para ter mais saúde ou porque faz bem para o corpo… Assim fica mais fácil para as crianças absorverem a nova rotina.

Caso você tenha gostado dessa informação compartilhe e agende uma Consulta na Primeira Franquia de Reabilitação do Brasil, Clínica ou no Home Care da BIOHOUSE TERAPIAS.

Nossa missão reabilitar e lhe proporcionar o melhor atendimento venha para Clínica BIOHOUSE Terapias nossas especialidades são: fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia.

           Nosso endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 118 Sala 2403 – andar 24 – Centro de São Paulo – SP.

E atendemos também atendimento domiciliar (home care), o custo deslocamento é passeado no CEP de atendimento entre em contato pelo nosso WhatsApp (11) 96497-8157 e passamos valor da consulta.  Agende


download-5-1.jpg

Orientações Gerais para Profissionais no Atendimento Domiciliar:

Vale apenas ressaltar que o profissional da saúde tem que ser imparcial, seja com a família, o paciente e com as empresas envolvidas no processo. Ele deve executar os procedimentos sem envolvimento pessoal e emocional, mantendo uma postura ética conforme prevê o código de ética de cada profissão.

  • O profissional deve ter discurso claro e coeso, sem opiniões, fofocas e discussões.
  • Não falar mal ou denegrir colegas e a empresa ou operadora de saúde.
  • Os profissionais não poderão discutir, abordar assuntos impertinentes ou até mesmo sobre a doença ou o paciente e seus familiares dentro da residência.
  • O profissional deverá atender com roupas próprias, sem roupas curtas, minissaias, roupa colada, tipo calças legging, de contton, salto alto, unhas grandes e sujas etc. O profissional de enfermagem deverá usar chinelo apenas para dar banho no paciente e não ficar circulando na casa de chinelo e de roupas como se estivesse em sua casa.
  • O profissional de enfermagem é prestador de serviço, não funcionário da casa.
  • O profissional não poderá falar mal ou questionar a postura de outro profissional da saúde no domicílio.
  • O profissional deverá ser gentil e cordial com os colegas de trabalho, cuidadores e familiares em qualquer situação.
  • Seja otimista e bem-humorado.
  • Seja humilde e solícito.
  • Postura profissional é fundamental ao reconhecimento e consolidação de uma carreira na área da saúde.

 

Trecho do Livro: Profissionais da Saúde e Home Care.

Ano: 2017

Editora Revinter – 1ª edição

Proibido o uso do conteúdo total ou parcial, sem autorização.


Você profissional de uma das seguintes áreas venha ser um franqueado: fonoaudiologia, fisioterapia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional.

Notícias Recentes

Copyright BiohouseTerapias 2019. Todos os direitos reservados